Acresce vê como opção autoatendimento de produtos a condôminos

Por: da Redação

Iniciativa de empresa franqueadora busca junto aos síndicos prover necessidades de varejo dos moradores, sem que precisem sair do condomínio

Quiosques de autoatendimento para compra de bebidas, enlatados, grãos, farináceos, doces, chocolates em barra, entre outros produtos

O potencial de consumidores nos condomínios residenciais e comerciais tem atraído o interesse de empresas que exploram o varejo nesses locais. Atenta às necessidades dos condôminos e às atuais circunstâncias impostas aos moradores pela pandemia, a Associação dos Condomínios Residenciais e Comerciais (Acresce) ouviu uma empresa que explora o varejo nos condomínios, através de quiosques de autoatendimento à compra de bebidas, enlatados, grãos, farináceos, doces, chocolates em barra, entre outros produtos.

Em entrevista à associação, Carlos Gonzales, diretor da franqueadora Nou Market, empresa que implanta o sistema nos condomínios, trouxe detalhes sobre o processo para a comercialização desses produtos.

Comissão ao condomínio

Gonzales explicou o tempo necessário para que o quiosque esteja implantado, como utilizá-lo, as vantagens para os usuários  e aos condomínios que, segundo ele, além de não terem qualquer custo com sua implantação, recebem de volta de 3% a 6% do montante consumido mensalmente nos quiosques.

Ainda conforme a franqueadora, o mais importante é que a implantação do sistema dispensa qualquer burocracia. Gonzales destaca na entrevista que, não há necessidade de realização de assembleia no condomínio para aprovação dos quiosques, isso porque, de acordo com ele, as mudanças não envolvem custos/despesas condominiais, assim como dispensa qualquer contratação, tendo em vista que as áreas ocupadas poderão ser retomadas a qualquer tempo, mediante simples pedido do condomínio, disse.

Durante o bate-papo, o representante da Nou Market também ressaltou que não há quaisquer riscos tributários, empregatícios ao condomínio com a operação.

Ao concluir sua participação na entrevista, o empresário demonstrou confiança nos síndicos e administradoras de condomínios no sentido de sentirem-se encorajados a, “pelo menos”, contatar a sua empresa para conhecer melhor o serviço que oferece.

 

Veja também:

+ Minimercado com autoatendimento em condomínios residenciais, Nou Market beneficia moradores e valoriza imóveis