CLICAR NO VÍDEO PARA ACESSAR SUA ÍNTEGRA

Se o vídeo não estiver disponível, clique aqui!

 

Anotamos em destaque, em matéria divulgada neste site em 23 de dezembro de 2020, o seguinte: “NOTA: não se iludam com a notícia, veiculada pela imprensa, de que em 2021 não será aplicada, no Município de São Paulo, a correção, pela inflação, da Planta Genérica de Valores. Isso não significa que o imposto não irá aumentar comparativamente a 2020.”

Não poderíamos ter sido mais certeiros em nossa previsão. A entrevista postada nesta matéria, em que o jornalismo da Globo entrevistou, em 02 de fevereiro de 2021, o Subsecretário de Finanças da Fazenda Municipal, comprova isto ao afirmar que 37% dos carnês virão, em 2021, com aumento do IPTU comparativamente a 2020.

E mais ainda: não se esqueça que essa diferença agora não cobrada em 2021 virá em 2022.

Começamos, antes mesmo dessa entrevista aqui postada, a constatar esse aumento nas auditorias por nós realizadas nos carnês desse imposto para o ano de 2021.

Impressiona que o IPTU não representa um problema que se limita ao município de São Paulo. Temos diversas ações contra a cobrança desse imposto no interior paulista em que confirmamos o grave problema social que representa. Num desses casos o Município, sem saber o que fazer ante a “chuva” de ilegalidades e inconstitucionalidades inseridas em suas legislações locais, chamou-nos para um acordo em que se propõe a reduzir o IPTU em 30%!

Por essa razão estamos preparando uma ação coletiva que terá por objetivo beneficiar grande parte dos contribuintes paulistanos, aposentados, independentemente de serem, ou não, associados da ACRESCE.

É a ACRESCE, com mais essa iniciativa, cumprindo sua função social.

Divulgaremos essa iniciativa no momento oportuno.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *