– reajustes salariais diretos (funcionários próprios) e indiretos (funcionários terceirizados)

– carga tributária incidente sobre energia elétrica, sobre receitas financeiras, o próprio IPTU

– REDUÇÃO de TARIFAS de água E energia elétrica

Como fazemos?

• impedir, com ações judiciais, aumentos abusivos de impostos, especialmente IPTU, não permitindo que administrações municipais, estaduais ou federais queiram reparar erros de cálculo e definições anteriores, prejudicando quem se preparou para um valor de imposto;

• buscar maior rendimento com aplicações financeiras, com a retirada de tributações que não são cabíveis para condomínios, que não tem fim lucrativo, fazendo com que rateios e saldos de fundos de obra atinjam um valor maior e assim haja redução na contribuição;

• diminuir o custo da taxa condominial, com ações que contribuam para os síndicos e administradoras conseguirem reajustes de fornecedores, prestadores, terceiros e demais dentro de valores mais baixos;

• buscar aumentos na taxa condominial dentro de parâmetros aceitáveis, fazendo com que todos percebam que os condomínios são formados por pessoas que também dependem de aumentos salariais para conseguir honrar aumentos do que quer que seja.

Apoio às administradoras:

• complementando a atuação das administradoras, a nossa atuação na redução dos custos e valores pagos pelos condôminos, teremos uma menor rotatividade na área, destacando as administradoras de condomínio realmente sérias e não tirando o foco para seu trabalho, que é de ajudar o síndico no seu afazer.