Como vimos prometendo, nossa divulgação do Momento Acresce, iniciativa que visa difundir, com o testemunho de quem tem testemunho para dar, informações de alta relevância para todos, especialmente para aqueles que vivem ou trabalham em condomínios, prossegue sendo um marco inovador.

Isso se deve não apenas à carga didática de seu conteúdo, à forma simples como é apresentado, ao profundo conhecimento dos entrevistados que transmitem esse conteúdo, como também pelo fato de ir direto ao ponto que realmente interessa a todos.

Nesta edição convidamos para falar sobre acessibilidade quem realmente sabe do que se trata, Bruno Mahfuz, Presidente do Guia de Rodas, empresa de tecnologia a serviço da acessibilidade, cujo aplicativo é utilizado em vários países do mundo, em português, espanhol e inglês, reconhecido pela ONU como a melhor solução digital inclusiva do mundo e melhor aplicativo de acessibilidade das Américas.

Bruno Mahfuz é cadeirante desde 2001, logo, por sua profunda experiência em vivenciar dificuldades resultantes da ampla deficiência de acesso imposta aos cadeirantes, seja pelo setor público, seja pelo privado, detém conhecimento suficiente para falar com a autoridade de quem vive essa realidade no dia a dia.

Por isso foi convidado para expor sobre o tema e o faz com invejável fluência porque, acima de tudo, o seu trabalho foi pensado e vem sendo desenvolvido como um ideal: ideal de tornar o mundo inteiramente acessível. E qualquer ideal é algo que se constrói para as próximas gerações. Mas, como sempre, alguém com coragem, desbravador, tem que dar o passo inicial. Eis aí Bruno Mahfuz, personagem relevante nessa história e que vem fazendo a diferença no meio justamente pela força da coerência que faz o seu ideal se tornar real, em benefício de todos, em estreita sintonia com o lema do Guia de Rodas: “quando uma ideia é boa, é boa para todos“.

Nas próximas edições, mais novidades. Acompanhem-nos!

Muito obrigado.

 

Veja também:

+ Escolha de vagas de garagem – Prioridade legal conferida ao portador de deficiência

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *